Banco de Voluntariado

 

logo-MIDAS copiar-8-2

Associação Midas

Descrição da Associação

A Associação Midas foi constituída em 1998.
Tem cerca de 150 animais (cães e gatos), e acolhe cerca de 25 novos animais por mês. O abrigo (2000m2) está licenciado pela DGAV e tem:
• 6 boxes de quarentenas
• 43 boxes
• Gatil tem uma área livre e 4 boxes grandes.
• Enfermaria para gatos, mais uma sala de playground para gatinhos.
• Uma sala de vestiário para os voluntários
• Uma farmácia/sala de veterinário
• 1 lavandaria
• 1 armazém
• 1 recepção + escritório.

O que se pode fazer

• Limpeza das boxes,
• Alimentação
• Administração de medicação (sempre e unicamente com indicação de um medico veterinário)
• Organização e limpeza de todas as áreas
• Escovagem e avaliação de animais
• Passeios de socialização
• Artesanato para venda e obtenção de donativos, etc.

Horários

De Segunda a Sabado: 14h30 as 16h30;
Domingos e Feriados: 10h as 12h

Contactos

midas@associacaomidas.org

vou_logo1-16-3

Associação Animais da Quinta

O que se pode fazer

Há dois tipos de voluntariado
• o voluntariado de terreno
1. Sem obrigação de horários ou dias fixos mas a associação requer alguma assiduidade.
2. A única obrigação será a de não faltar a presença no dia que o voluntário se comprometer a ir tratar dos animais.
3. Lavar boxes
4. Abastecer comida e água
5. “Mimar” os animais protegidos pela associação.
6. Quando necessário, ajudar em eventuais tratamentos.
• o das campanhas de angariação de donativos e ração

Horários

Sem dias ou horários fixos

Contactos

direccao@animaisdaquinta.org

CRE_PORTO_72dpi1-5-4

CRE_PORTO

Descrição da Associação

O Centro Regional de Excelência em Educação para o Desenvolvimento Sustentável da Área Metropolitana do Porto (CRE.Porto) é uma rede com entidades públicas e privadas que atuam na área da educação-ação dos cidadãos para um futuro mais sustentável.
É um centro que estuda e atua colaborativamente ao nível da sustentabilidade regional, valorizando os recursos, criando sinergias, otimizando custos e permitindo o desenvolvimento de projetos de maior escala e impacto. A relevância regional e global desta rede é formalmente reconhecida pela Universidade das Nações Unidas desde 2009, integrando a rede internacional de Regional Centres of Expertise.
O FUTURO – projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto – é um dos projetos desenvolvidos e teve implementação no terreno em 2011.

O que se pode fazer

http://www.100milarvores.pt/como-participar

Contactos

porto.cre@gmail.com

logo caozito copiar-7-5

CãoViver

Descrição da Associação

Há cerca de três anos e meio iniciou-se o projecto do Abrigo Cãoviver, que visa albergar os animais que são resgatados pela associação e pelos quais ela é responsável até uma futura adopção.
Todo o esforço da associação reside no melhoramento das condições para estes animais,
ao mesmo tempo que tenta aumentar o espaço útil do mesmo para que possa albergar um número superior de cães.

O que se pode fazer

Voluntariado no local do abrigo;
Elaboração de campanhas de recolha de ração

Contactos

direccao@associacaocaoviver.org

logoanimaisderua copiar-9-6

Associação Animais de Rua

Descrição da Associação

A Associação Animais de Rua não dispõe de um abrigo, uma vez que se dedica ao controlo da superpopulação de animais errantes através do programa CED (Captura-Esterilização-Devolução) nos núcleos de Porto, Lisboa e Sintra, Faro, Lagos e Ponta Delgada.O grupo de voluntários que comunica através de uma plataforma electrónica (os google groups), para o qual
se vai enviando mensagens com os pedidos de ajuda, organização de capturas, boleias, pós-operatórios, pedidos para acolher animais dóceis temporariamente (FAT) entre outras actividades.
Os voluntários-pontuais:
o São aqueles voluntários que não têm disponibilidade diária mas que privilegiam o trabalho de terreno e que pontualmente poderão ajudar em recolhas, boleias, capturas, etc.

O trabalho na Animais de Rua é feito no cumprimento de regras e procedimentos que serão transmitidos a todos os voluntários. São constituídos por cerca de 100 voluntários espalhados um pouco por todo o país, pelo que o conhecimento e cumprimento destes princípios básicos é importante para manter coerência no trabalho desenvolvido.

O que se pode fazer

• Capturas
• Boleias para veterinários
• Pós-operatórios
• Campanhas de recolha de donativos
• Sensibilização da comunidade para a esterilização dos animais
• Divulgação dos animais para adopção através do projecto de adopções
• FAT’s (Famílias de Acolhimento Temporário), uma vez que não dispomos de um abrigo e muitas vezes em colónias intervencionadas nos deparamos com animais dóceis e crias

Horários

A nível de horário, este varia com a disponibilidade de cada um. Uma vez que é um trabalho de voluntariado cabe a cada voluntário organizar e ajustar os seus horários ao trabalho da Associação, mas uma vez que se comprometam com uma tarefa é importante que sejam responsáveis pela mesma e a cumpram, pois todos os restantes voluntários vão assumir que aquela tarefa está já assegurada disponibilizando assim os seus recursos nas restantes tarefas disponíveis.
Como se efetua trabalho em equipa e por isso tenta-se distribuir o trabalho (de acordo com a disponibilidade de cada um) e é muito importante a comunicação e cooperação com os restantes colegas.

Contactos

Sofia Gonçalves – sofia.goncalves@animaisderua.org
Ana Reis – ana.reis@animaisderua.org

1656290_252516261588642_424837537_n-3-17

Miacis

Descrição da Associação

A Miacis é uma associação integralmente voluntária e não dispõe de espaço físico próprio e, presentemente, os seus voluntários actuam na área da Zona Metropolitana do Porto em especial no chamado “Grande Porto”.
Os objectivos da Miacis são a promoção do controle da reprodução de animais em risco, do seu bem-estar e da sua integração social, e todas as actividades conexas.
Não dispondo de um espaço físico próprio muitas das actividades são levadas a cabo no espaço público e nas casas dos voluntários. Não existe um horário pré-determinado para a execução das actividades, muitas delas são organizadas em função da disponibilidade dos voluntários.

O que se pode fazer

• participar em capturas de animais para esterilização/tratamento;
• fazer boleias de animais para e das clínicas veterinárias onde os animais são esterilizados/tratados;
• receber animais nos períodos de pós-operatório/tratamento;
• acolher temporariamente animais no seu domicílio;
• participar em campanhas de angariação de ração/fundos;
• concretizar tarefas administrativas/criativas.

Contactos

geral@miacis.org

asaastxss copiar-4-7

Asaast

Descrição da Associação

Alberga mais de 250 cães e cuida também de alguns gatos, apesar de não apresentar gatil.

O que se pode fazer

• limpeza e manutenção do abrigo
• voluntários nas campanhas de angariação de donativos e/ou ração

Horários

Sábado e Domingo das 8:30h às 12:30h

Contactos

asaastirso@gmail.com

Re-food-English-Lateral1-14-8

Re-food Porto

Descrição da Associação

Projeto eco-humanitário, 100% voluntário, que pretende acabar com o desperdício de alimentos preparados e com a fome nos meios urbanos, ao mesmo tempo que reforça os laços comunitários locais.

O que se pode fazer

Integrar as equipas de recolha de sobras ou as equipas de entrega de comida a familias carenciadas.

A Quem

Famílias carenciadas a nivel local

Horários

A combinar com a Instituição

Localização

Núcleo da Foz – Rua Burgal de Cima, Porto.

Contactos

porto.refood@gmail.com

10689850_360444257468984_9066875242466706717_n1-2-16

Liga de Amigos do Centro Hospitalar de V.N.Gaia

Descrição da Associação

A Liga dos Amigos do Centro Hospitalar de Gaia é uma IPSS (Instituição Particular de Solidariedade Social) e como todas as instituições análogas tem o seu âmbito de acção na área social, e intervém ao nível do voluntariado, em espaços interactivos da comunidade, com objectivos e interesses comuns no seio da comunidade.

O que se pode fazer

Ajudar os doentes durante a sua permanência no Hospital (acompanhá-los no internamento, consultas e urgência, oferecer o conforto de uma bebida quente) reduzindo a solidão.

A Quem

Doentes e familiares do Hospital Santos Silva.

Horários

A combinar com a Instituição

Localização

Hospital Eduardo Santos Silva Rua Conceição Fernandes 4434-502 Vila Nova de Gaia

Contactos

lachgaia@gmail.com

Logo_IPT copiar-10-9

Instituto Profissional do Terço

Descrição da Associação

O Instituto Profissional do Terço, IPSS fundada em 1891 no Porto, acolhe, educa e autonomiza crianças e jovens em risco, para além de outras respostas sociais.

O que se pode fazer

Os voluntários podem ajudar em várias áreas, nomeadamente nas sociais, psicologia, nutricionismo e desporto, para o acompanhamento das crianças e jovens, bem como em outras áreas de promoção e desenvolvimento de projetos de sustentabilidade da Instituição.

A Quem

Crianças

Horários

A combinar com a Instituição

Localização

Instituto Profissional do Terço Praça Marquês de Pombal,103 4000-391 Porto

Contactos

ipt.geral@gmail.com
225 020 161
911 904 579

edp_LogoVIDANORTE_superSmall1-6-10

Associação de Promoção e Defesa da Vida e da Família - VIDA NORTE

Descrição da Associação

A Vida Norte é uma Organização Não Governamental sem fins lucrativos que tem como missão a defesa da vida, o apoio à família e a promoção dos direitos humanos e da igualdade de género. Foi criada em 1999, sediada no Porto e, desde então, já foram acompanhadas, sensivelmente, 2 mil pessoas, incluindo bebés e crianças, mães e respectivas famílias. Proporciona um serviço gratuito e uma resposta única na região do Porto.

O que se pode fazer

Colaborar em campanhas de angariação de produtos

A Quem

Mães, bebés e crianças.

Horários

Cada turno tem a duração de 3 horas e as campanhas duração de 2/3 dias, sendo que o voluntário pode participar em apenas um dia ou nos 2/3 dias de campanha. Próximas campanhas: 9 e 10 de Outubro (Pingo Doce da Av. Marechal Gomes a Costa) e 13 a 15 de Novembro (Continente de Matosinhos – Norteshopping).

Localização

Instituição: Avenida Marechal Gomes da Costa, 516, 4150-354 Porto

Contactos

nortefamiliavida@gmail.com

vou_logo2-17-11

VO.U - Associação de Voluntariado Universitário

Descrição da Associação

É uma instituição sem fins lucrativos existente desde Junho de 2008, composta por estudantes universitários com o conceito unificador de um Ensino Superior Solidário.

O que se pode fazer

  • VO.U Socorrer: Transmissão de conhecimentos sobre Primeiros Socorros e Suporte Básico de Vida.
 
  • VO.U Pelos AnimaisApoio a associações de defesa animal na manutenção dos seus abrigos, recolhas de alimentos e bens, e promoção do convívio dos voluntários com os animais protegidos.
 
  • VO.U Acompanhar: Acompanhamento social de idosos e pessoas que vivem em contexto de solidão. 
 
  • Projecto Pirueta: Prática orientada de vários tipos de dança com crianças em risco social, desenvolvendo alguns princípios como o respeito, disciplina, educação e entreajuda, e com idosos, promovendo a mobilidade e o convívio.
 
  • VO.U ser melhor que um Prozac: Acompanhamento de doentes do foro psiquiátrico em regime de internamento.
 
  • VO.U Crescer: Acompanhamento de crianças em risco social através da dinamização de actividades, promovendo o seu desenvolvimento a nível social, cultural e educativo.
 
  • Plano Mundo: Auxílio internacional à distância, através da recolha e envio de bens, divulgação de instituições parceiras e alerta para problemáticas mundiais.

A Quem

Idosos, jovens, crianças e animais.

Horários

A combinar com a associação.

Contactos

geral@vou.pt

MAW_Logo_Portugal copiar-12-12

Make-A-Wish - Portugal

Descrição da Associação

A Fundação Make-A-Wish® tem como missão realizar o desejo de crianças e jovens, dos 3 aos 18 anos, que sofrem de doenças que colocam em risco a sua vida, levando-lhes um momento de força, alegria e esperança.

O que se pode fazer

Realizador de desejos;
Organizador de eventos;
Angariador de fundos /contactos;
Embaixador da Make-A-Wish:

A Quem

Crianças e jovens, com doenças graves, progressivas, degenerativas ou malignas.

Horários

Os voluntários não têm um horário fixo. Em média a realização de um desejo requer 10 horas ao longo de 4 meses.

Localização

SEDE – Escritório:
MAKE-A-WISH Portugal Av. Fontes Pereira de Melo, nº6 – 3º Esq. 1050 – 121 Lisboa
As acções de voluntariado decorrem pelas várias regiões do país: Lisboa, Porto, Algarve, Coimbra, Viseu, Torres Novas, Madeira e Açores

Contactos

voluntarios@makeawish.pt
info@makeawish.pt

rarissimas-large-square-logo copiar-13-13

Raríssimas

Descrição da Associação

Fundada em 2002, A missão é apoiar doentes, famílias, amigos de sempre e de agora que convivem de perto com as Doenças Raras. Pretende a defesa das causas sociais, preocupação com o próximo, ética e defesa dos direitos dos cidadãos com doenças raras, sustentabilidade, inovação, sinergia de competências, dedicação e bom relacionamento institucional.

O que se pode fazer

Ações de sensibilização e angariação de fundos que vão acontecendo em vários locais, essencialmente no Grande Porto. De forma menos pontual, apoiar com actividade com os nossos meninos raros, como é o caso da Festa de natal, Festa do Dia Mundial da Criança e acompanhamento das crianças nas férias de Natal , Páscoa e Verão.

A Quem

Crianças com doenças mentais e raras.

Contactos

conceicao.teixeira@rarissimas.pt

thumb1-15-14

Animarco

Descrição da Associação

Associação de proteção de animais abandonados que atua essencialmente no concelho de Marco de Canaveses. Principal objetivo: sensibilização para a causa do abandono de animais e para isso realizam ao longo do ano vários eventos.

O que se pode fazer

• Campanhas de recolha de alimentos, que realizam 2 vezes por ano no Continente de Valongo e também no Continente de Marco de Canaveses. • Voluntariado diretamente no abrigo junto dos nossos animais (passeios, limpezas e acima de tudo companhia)

Contactos

Email: animarco@sapo.pt Telefone: 91 99 10 320

logo_pequeno_fas1-11-15

FASrondas

Descrição da Associação

O FASrondas (Famílidas, Aldeias e Sem-abrigo) é um grupo de jovens voluntários do Porto que desenvolve trabalhos de ação social junto dos mais carenciados do Grande Porto. É um grupo católico, aberto a todas as pessoas, independentemente das suas crenças e está ligado ao CREU-IL dos Jesuítas portugueses.

O que se pode fazer

  • FAMILIAS: Actividades variadas com o objectivo de combater a solidão, tristeza, desintegração, e ajudar nas tarefas domésticas, dar explicações entre outros. As visitas são feitas por pares de voluntários;
  • ALDEIAS: Visitas mensais, em grupos de voluntários, a idosos e pessoas carenciadas em quatro aldeias (Bustelo, Basseiros, Candemil e Ansiães) com o objectivo de criar laços de amizade através de conversa e actividades, combatendo a solidão;
  • SEM-ABRIGO: Visitas à população sem-abrigo do Porto, em 5 rondas distintas com problemáticas diversas;
  • IMIGRANTES: interação e dinamização de actividades lúdicas com imigrantes detidos na Unidade Habitacional de Santo António (UHSA)

A Quem

Famílias, idosos, crianças, sem-abrigos e imigrantes.

Horários

  • FAMILIAS: visita semanal, com horário a combinar;
  • ALDEIAS: Visita mensal, ao sábado, das 11h às 18h15.
  • SEM-ABRIGO: Todos os domingos, às 21:15h na rua Nossa Senhora de Fátima.
  • IMIGRANTES: quinzenalmente, ao domingo, pelas 16h15.

Localização

Centro de Reflexão e Encontro Universitário (CREU) – Rua Oliveira Monteiro, 562, Porto.

Contactos

Email: fasrondas@gmail.com

Telefone: 926539372